Igreja Batista Central em Resende

Rua do Rosário, 970 - Centro, Resende - RJ

Telefone : 24 2109-3917

  • Facebook Social Icon
Categorias
Please reload

Arquivo

Compreendendo a Missão de Cristo (Mateus 21.12-17)

June 22, 2015

 

      Alguns conflitos tratados como a intolerância religiosa, normalmente, direcionam-se aos Cristãos. E o que chama a atenção é a percepção do mundo ao evangelho que tem sido apresentado pela "Igreja". Não que "eles" estejam certos ou errados, a questão é, se nós temos apresentado corretamente o que cremos. Observamos todos os dias concepções equivocadas a respeito de Cristo e sua missão, refletida na ação de muitas pessoas que fazem coisas que Jesus nunca fez e nunca ensinou.

 

     O texto apresenta a ultima semana de Jesus e, aponta o crescimento da oposição contra Jesus, como ela se organizou e como resultou na sua morte. Historiadores falando a respeito desse tempo, dizem que neste período da história, a hipocrisia era tão grande que difícil encontrar uma expressão autêntica da fé.

 

        Lucas 13 apresenta uma Jerusalém que matava e apedrejava profetas e o que vemos é o Senhor Jesus direcionando-se rumo a esse lugar hostil e cruel. Sua entrada é triunfal, a multidão gritava Hosana! Que originalmente significa um pedido de ajuda (Salve-nos). Porém, aqui é usada como uma expressão de jubilo. Eles estavam tão ensoberbecidos pelo pecado que não conseguiam reconhecer o estado em que estavam e, por isso, não pediram socorro.

 

      Duas multidões são apresentadas : os que perguntavam quem Jesus era, e os que diziam que Ele era o profeta. A primeira multidão espera por um rei, por um político influente, por aquele vai resolver seus problemas. Que se assusta com as verdade de Jesus. A segunda multidão, diz que Jesus era profeta. Demonstrando que não estavam com ele esperando questões políticas. Essas multidões se dirigem ao templo de Jesus e testemunham Jesus expulsando vendedores, derrubando mesas e dizendo que  se transformara em covil de ladrões. Jesus confronta os negócios sombrios dos sacerdotes Anás e Caifás.

 

        E, esse enredo, aponta-nos questões importantes a respeito da missão de Cristo que tem sido negligenciada pelas Igrejas: Em primeiro lugar, a ação de cristo é não permitir que sejamos enganados. O templo não era mais uma casa de oração. Era uma casa de covil de ladrões e o povo continuava frequentando os ritos e as festas em ocasiões especiais como se nada estivesse acontecendo. Sem Jesus, esse lugar é um grande comércio, e com Jesus, os cegos e os coxos são curados.

 

     Existe muita gente zelosa na casa de Deus. Mas zelo sem entendimento é igual a cegueira. Eles vendiam óleo, sal, vinho e até mesmo outros animais que não eram exigidos para os sacrifícios. O problema é que o povo foi se acostumando e não percebeu que estava sendo guiado para longe de Deus. Parece que as palavras de Jesus conduziram o povo a enxergar as suas verdadeiras necessidades.

 

     A multidão  volta-se para o templo com a motivação correta e milagres começam acontecer. Em segundo lugar, o que texto aponta-nos como ação direta de Cristo é a necessidade urgente de mudarmos nossa concepção a respeito da "Igreja". A ideia que o texto passa é de um lugar onde a devoção não existia, o temos não existia, o amor não existia, a compaixão não existia.

 

        Suas necessidades eram maiores que a fé. Jesus muda a concepção do santuário e do templo, dizendo que ele não existia para aquilo. Jesus chega a dizer que era lugar de ladrões dando a entender que as autoridades estavam fazendo vista grossa e permitindo que a coisa corresse solta. Mudar a concepção a respeito da Igreja é responder para nós mesmos o que estamos fazendo aqui? É medir o nível de devoção do povo, de sacrifício e sobre tudo avaliar, como tem sido nosso comportamento com relação as coisas de Deus?

 

      Nosso grande desafio é deixar de apontar os dedos para outros e passar em revista nossa vida e nossos conceitos a respeito da Missão de Cristo e da Igreja. Sobre tudo, todos os dias, buscar ter uma vida de devoção a Deus, honrando a Deus com nosso testemunho e testemunhando de Deus com seu amor. Nosso desejo é que o Senhor nos ajude a sermos participantes de missão

 

Autor : Pr. Luciano Cozendey

Pastor Presidente da IBCR - Igreja Batista Central em Resende

 

Compartilhar
Please reload