Igreja Batista Central em Resende

Rua do Rosário, 970 - Centro, Resende - RJ

Telefone : 24 2109-3917

  • Facebook Social Icon
Categorias
Please reload

Arquivo

Uma Igreja Edificada

November 4, 2017

 

Atos 6 1-7

 

Muitas pessoas estão apostatando da fé por rumarem em busca de uma Igreja perfeita. Não existe Igreja perfeita, existe uma Igreja perfectível que pode ser melhorada, aperfeiçoada ou aprimorada.

 

Uma igreja sujeita ao refinamento ou aperfeiçoamento. A Igreja é a casa de Deus, Igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade (1 Tm 3.14-15), e nós, edificados para habitação de Deus no espírito (Ef 2.19- 22). Podemos definir Igreja como a comunidade de todos os verdadeiros crentes que verdadeiramente foram salvos.

 

Nós somos esta igreja que está sendo aperfeiçoada, moldada e que a cada dia amadurece para que Deus seja glorificado em tudo. Paulo diz que é possível reconhecermos esse amadurecimento quando aprendermos a discernir entre o bem e o mal. O texto apresenta-nos uma Igreja assim. Uma igreja que estava caminhando para o amadurecimento, o aprimoramento e o aperfeiçoamento. E isso começa quando problemas são detectados.

 

Estava acontecendo discriminação e partidarismo na igreja. As viúvas helênicas estavam sendo preteridas a despeito das hebreias. Os judeus helenistas, membros da comunidade cristã, estavam murmurando porque as suas viúvas estavam sendo esquecidas na distribuição diária. Uma crise gravíssima! Um povo reconhecido por sua benevolência que agora falha com as suas próprias viúvas.

 

Os sete escolhidos pela congregação, todos eles, tinham nomes gregos; assim, presumimos que eles representavam a comunidade cristã Judaica helenista. Uma forma de assegurar, às viúvas helenistas, o seu sustento diário era escolher representantes que estivessem do seu lado. Esse texto nos mostrará algumas coisas muito importantes na vida de uma igreja perfectível:

 

1. Seus líderes reconhecem que precisam de ajuda. A igreja cresceu muito e os apóstolos não estavam conseguindo acompanhar tudo. Aceitam os apontamentos daqueles que desejavam exclusivamente ajudar.

 

2. O partidarismo é destruidor e expõe quem nós realmente somos. O partidarismo estava dividindo a Igreja e expondo pessoas ao sofrimento. A igreja que era conhecida por sua misericórdia passa a ser conhecida pelo seu egoísmo e maldade. As divisões em nosso meio são apenas sintomas de uma questão mais profunda: a imaturidade espiritual. É a nossa imaturidade que nos torna carnais, pois, passamos a viver em função do “ego”, não em função do Reino de Deus.

 

3. Todos têm responsabilidades. O problema é apontado e pessoas se dispõem a resolvê-los. E fizeram isso com alegria (Vers 5). O problema é que existem muitas pessoas que só apontam, julgam, discriminam por se acharem superiores aos outros e nunca cooperam com nada. São instrumentos de dissenção. Os apóstolos aceitam os apontamentos dos erros, mas também, esperam deles soluções.

 

Ao resolverem a questão, a palavra crescia e o numero de discípulos se multiplicava porque a igreja anulou o problema que roubava a comunhão. Que sejamos esta igreja: Com cristãos de verdade, que se permitem moldar pelo Espirito Santo, que fala a mesma língua, misericordiosa, que exerce o amor de Deus por meio da fé.

 

Que Deus nos ajude!

 

Autor : Pr. Luciano Cozendey

Pastor Presidente da IBCR - Igreja Batista Central em Resende

 

Compartilhar
Please reload